terça-feira, 28 de outubro de 2014

Atendimento em Shopping na Av. dos Andradas / BH

 
                                            Boulevard Shopping - BH (foto internet)

Neste último domingo (26 de outubro), dia de eleições, estive no Boulevard Shopping em Belo Horizonte para almoçar. Mãe não ia fazer almoço em casa e por isso fui até o mall.

Chegando no local as 11h50, percebi que havia um movimento atípico de pessoas ao redor do shopping. Antes de entrar no estacionamento, notei que o local estava vazio e muita gente esperando que ele abrisse as portas para adentrar. Até pensei que poderia ser as eleições que afetou o horário de funcionamento do centro de compras.

Tentei acessei a entrada do estacionamento atrás do Boulevard na rua Professor Otaviano e estava fechada, então voltei e entrei pelo estacionamento da Avenida dos Andradas. Avistei um funcionário do mall e o perguntei se o local já estaria aberto. Ele respondeu que sim. Depois de parar no estacionamento e tentar subir para a praça de alimentação, outros funcionários da segurança controlam naquele momento a passagem e informam que houve falha elétrica e que logo liberariam a entrada de todos. Enquanto isso muitos aguardavam na frente do supermercado, que funcionava normalmente. 

Entrei no hipermercado, deu umas voltas por lá e logo subi para a praça de alimentação. Chegando no local vi um grande fluxo de pessoas em três ou quatro restaurantes. Então me deu conta que muitos estavam fechados e a outra parte estava em processo de abertura (organização, limpeza, preparo de alimentos etc).

Decidi então sair dali e procurar outro lugar para almoçar naquele domingo chuvoso em Belo Horizonte. Pensei: espera, terei que pagar o estacionamento. Foi então que decidi procurar o SAC do mall para ver se conseguiria sair sem a obrigatoriedade de pagar pelo estacionamento, uma vez que fui até o shopping para almoçar e não consegui pois, apesar do horário (já passara de 12h30), as lojas do segmento de alimentação não estavam atendendo em sua maioria.

Atendido prontamento pelos funcionários do mall e por representantes do estacionamento, argumentos de lá e de cá, fica decidido que não poderia sair sem o ônus do estacionamento. Não havia pedido nada demais, na verdade, pagar ou não o estacionamento - R$ 8,00 - não me deixaria mais pobre ou mais rico. Só gosto e prezo pelo bom senso. Esperava uma atitude mais compreensiva do Boulevard Shopping em Belo Horizonte de entender a situação do cliente e não só agisse como se fosse mais um cliente, ou como supervisor do mall me ponderou "já pensou de todos pedissem pra sair sem pagar..." 

Devido a chuva, a fome, o fato de ter que pagar o estacionamento e ainda ter que voltar pra Contagem e votar, enchi a barriga ali mesmo. Peguei um restaurante cheio - mas pelo menos com a comida gostosa.

Hoje fui pra almoçar, amanhã não se sabe. Ou quem sabe amanhã nunca mais!? Não digo nunca mais porque vai que estou passando a pé lá perto e preciso correr de um assalto ou mesmo entrar pra usar o banheiro, né? ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário